Navegue pela loja
Últimos Lançamentos
Últimos Lançamentos
por R$ 16.279,00
ou R$ 13.999,94 à vistaem 1x no cartão
ou R$ 13.999,94 à vistano depósito ou boleto
Comprar X
Bateria George Way Tradition Mahogany Matte Natural 24x14", 13x9", 16x16" (Shell Pack) Canadá

Bateria George Way Tradition Mahogany Matte Natural 24x14", 13x9", 16x16" (Shell Pack) Canadá

Cód.: 010501 George Way
Clique e veja!
por R$ 16.279,00
ou R$ 13.999,94 à vistaem 1x no cartão
ou R$ 13.999,94 à vistano depósito ou boleto
RedeCardOcultar parcelas
  • 1x de R$ 16.279,00 sem juros
  • 2x de R$ 8.139,50 sem juros
  • 3x de R$ 5.426,33 sem juros
  • 4x de R$ 4.069,75 sem juros
  • 5x de R$ 3.255,80 sem juros
  • 6x de R$ 2.713,17 sem juros
  • 7x de R$ 2.325,57 sem juros
  • 8x de R$ 2.034,88 sem juros
  • 9x de R$ 1.808,78 sem juros
  • 10x de R$ 1.627,90 sem juros
  • 11x de R$ 1.479,91 sem juros
  • 12x de R$ 1.356,58 sem juros
 

Descrição

1 Bateria George Way Tradition Mahogany Matte Natural 24x14", 13x9", 16x16" (Shell Pack) Canadá

FOTOS ILUSTRATIVAS

Acabamento: Matte Natural Mahogany

COMPOSIÇÃO DO KIT
Tom: 13x9"
Surdo: 16x16" de chão
Bumbo: 24x14"
Pés de surdo inclusos

SHELL PACK - SOMENTE TAMBORES
Caixa, ferragens, banco e pratos não inclusos
Pedal, máquina de chimbal, estantes de caixa, estantes reta e girafa são opcionais
O Tom tem que ser fixado em uma estante de caixa não inclusa

DETALHES TÉCNICOS
* Instrumento Made in Canada
* Marca criada por George H Way em 1954
* Bateria Canadense fabricada pela tutela da Dunnett
* Espetacular casco em Mogno com 4 folhas mais 4 folhas dos anéis de reforço
* Aros Double-Edge Double-Flange Toms Hoops
* Canoas Double-Ended Streamline Lug Casings
* Lindíssimo hardware cromado com visual vintage com design criado por George H. Way
* Bumbo 24x14" sem base de tons com muito punch e grave
* Pés de bumbo Waybest Arch Spurs
* Peles Dunnett Res-O-Tone Drumheads by Remo
* Instrumento em configuração Rock, com timbre mais grave e definido
* Estupendo acabamento encerado natural sobre os veios do Mogno nobríssimo
* Instrumento Canadense com conceito e design Vintage e altíssimo nível de nobreza e refinamento

Especificações

A HISTÓRIA DE GEORGE H. WAY

Não houve uma única pessoa que tivesse uma carreira tão longa, variada e produtiva na indústria de percussão norte-americana como George Harrison Way!
Way passou sua infância em Boston, onde ele teve aulas de George B. Stone. Ele veio de uma família rica, mas foi praticamente deserdado quando escolheu uma carreira como baterista. George Way viajou extensivamente com shows de menestréis e circos. Em 1918 se estabeleceu em Edmonton no Canadá, com um trabalho como baterista em um teatro de Vaudeville.
Fazendo parceria e dividindo o aluguel com um amigo em uma "Casa do Eletricista" também especialista em galvanoplastia, Way começou a companhia de tambores Advance. Os seus projetos, marketing e habilidades de vendas levaram-no à atenção da U.G. Leedy, que em 1921 convenceu Way a se mudar para Indianápolis para trabalhar na empresa de percussão Leedy. George trabalha na Leedy em um grande cargo que englobava marketing, gerente de vendas, bem como inventor, relação com artistas e publicidade, posição esta que ele manteve por cerca de 20 anos. Durante essa época, ele foi responsável por inúmeras inovações históricas, como revestimentos de tambores de madrepérola, pastilhas de auto-alinhamento e o conceito de "tom flutuante". Por volta de 1926 em um programa de workshops, George Way e seu assistente fazem uma excursão prolongada pela Europa para promover a bateria de Leedy.
Em 1927, George introduziu o prato chinês "espirro", facilmente reconhecido hoje como o moderno prato tipo China.
Então, em 1929, a Leedy Company foi vendida para a C.G. Conn. George permaneceu como gerente de vendas da divisão Leedy da C.G. Conn. e era conhecido como "Mr. Leedy".
O trabalho de George Way com Leedy foi "reduzido" pela Segunda Guerra Mundial, então em 1942 ele se estabeleceu como distribuidor de instrumentos de efeitos sonoros e acessórios que eram difíceis de obter devido aos regulamentos de fabricação impostos pela guerra.
Em 1944, George foi trabalhar para a Amrawco (American Rawhide) e se mudou para Chicago. Depois de um ano disso, ele foi trabalhar para a empresa de tambor Slingerland, em Chicago. Então, em 1946, George se mudou para a Califórnia e abriu a loja de bateria Hollywood, com o parceiro de negócios e lenda do tambor Harold McDonald. Esta foi a primeira drumshop de Hollywood. A essa altura, Way já tinha cinquenta e poucos anos e, tendo trabalhado na indústria de percussão por mais de trinta anos, era considerado um pouco antiquado, particularmente na visão dos bateristas de Hollywood. A guerra estava acabada, por isso, em 1948, Way desistiu de tentar manter a loja à tona e voltou para Elkhart, Indiana, para mais uma vez trabalhar para a empresa Conn, na sua divisão de tambores Leedy. Em 1952, George é encarregado de fundir Leedy e Ludwig & Ludwig em uma empresa conhecida como Leedy & Ludwig. Em 1954, Conn decidiu sair do negócio de bateria, deixando novamente o Way fora do trabalho. George solicitou investidores e formou uma corporação chamada George Way Drum Company e comprou a fábrica anteriormente operada pela Conn's Leedy e pela Ludwig Division, localizada em Elkhart no estado de Indiana. Entre 1957 e 1959, Way introduz sua famosa linha de caixas, incluindo a caixa de modelos Aristocrat e Spartan, além de uma bateria completa.
Assim que essa nova companhia de bateria começou a estabelecer uma presença séria no mercado, George soube por um de seus investidores, John Rochon, que havia um movimento entre os investidores para adquirir outro negócio de percussão de Elkhart. Rochon era dono da Camco, uma empresa de máquinas de parafuso em Chicago que fornecia hardware de bateria não apenas para a George Way Drum Company, mas também para Rogers e várias outras companhias de bateria.
Para impedir a aquisição indesejada, George ajudou Rochon a adquirir 51% das ações da empresa de percussão George Way. Para sua grande surpresa e amargo desapontamento, a atitude de Rochon mudou quase imediatamente assim que ele estava "no controle". Ele foi rude e condescendente, e deixou claro que levaria a empresa em uma direção nova, que seria um alívio para as idéias antiquadas de George Way. Rochon convocou uma reunião do conselho, e durante a reunião começou a listar as mudanças que pretendia efetuar. Way temia que muitos de seus antigos clientes e amigos pensassem que ele enlouquecera quando souberam das mudanças e sugeriu que se Rochon pensasse que George e sua esposa Elsie eram obstáculos, talvez devessem desistir. Rochon agarrou a sugestão. Acordou-se que George e Elsie ficariam cinco dias úteis para treinar uma nova garota do escritório. A reunião terminou e George e Elsie (em estado de choque). Enquanto almoçavam, Rochon convocou outra reunião oficial, durante a qual aceitou suas "demissões" imediatamente. Ele então enviou um mensageiro para sua casa para informá-los de que não precisariam relatar ao trabalho.
Logo depois disso, Rochon mudou o nome da empresa para a companhia de tambores Camco, e mudou a produção de Elkhart para Oak Lawn Illinois, onde seu negócio de máquinas para parafusos estava localizado.
George Way, agora com 71 anos e cansado, mais uma vez foi deixado à procura de uma maneira de ganhar a vida na indústria de percussão. Ele não ficou desempregado por muito tempo antes de ser contratado pela Rogers Drum Company.
A mudança de George e Elsie de Elkhart para Covington (Ohio) foi uma tarefa bastante importante. Eles alugaram o maior caminhão que puderam encontrar para transportar mais de 9 toneladas de material de tambores, catálogos, livros, peças experimentais, modelos antigos de itens acabados, etc. Tudo isso além dos utensílios domésticos.
George começou a trabalhar na fábrica da Rogers em outubro de 1961. A primeira tarefa era ajudar a montar um escritório. De acordo com Way, Rogers nunca teve "esse tipo de escritório" antes.
Um dos principais trabalhos de George era organizar um sistema de controle de estoque. Não demorou muito para que se tornasse evidente para ele que esse era o tipo de trabalho que ele estaria fazendo. Ele sem dúvida antecipou-se a contribuir mais para o design de produtos e para as idéias de marketing. Após cerca de um mês na Rogers, ele relatou ao amigo de longa data Charles White que as coisas estavam indo bem, embora fosse um pouco diferente das fábricas antigas da linha de bateria. "Deve estar tudo bem", escreveu ele, "porque estão obtendo muitos negócios".
Em 1 de junho de 1962, depois de menos de oito meses no emprego, Way escreveu a White dizendo que embora o trabalho esteja indo bem, ele e sua esposa Elsie não estão felizes e pretendem deixar a empresa. Way conta a white que a equipe é boa e os vendedores viajantes são os melhores do mercado. Nesta carta Way diz: Este é praticamente o nosso último dia aqui. O grande chefe de Cleveland vai descer na próxima terça-feira e eu vou acabar com isso. No fim de semana seguinte, vamos dirigir até Elkhart e procurar uma casa para morar. Ainda não temos nenhuma conexão com nenhuma outra empresa e duvidamos que possamos conseguir uma, porque estão muito cheias.
Em 1962 George inicia a empresa de tambor GHW. Sete anos depois, em 21 de fevereiro de 1969, George Harrison Way faleceu deixando um grande legado e invenções, que hoje as empresas "reinventam" como se fosse novidade, mas muito do que se vê já havia sido criado por este gênio do mundo da bateria!
Retirado do livro The Rogers por Rob Cook of Rebeats. Reimpresso aqui com permissão. Extraído do site WayDrums.com

Mais informações

Vídeo

Buscar
Formas de Pagamento
Compra 100% Segura
Atendimento

seg a qui das 9h as 18h / sex das 9h as 17h
Guarulhos/SP - (11) 2446-0995
(11) 9-5378-8000 (WhatsApp TIM)
suporte@bateraclube.com.br
Quer retirar o seu produto pessoalmente?
Agende um horário pelo telefone.

Acompanhe o Batera Clube nas redes sociais!

Em caso de divergência de preços no site, o valor válido é o do Carrinho de Compras. Preços e condições de pagamento exclusivos para compras via internet.
Ofertas válidas até o término de nossos estoques para internet. Vendas sujeitas à análise e confirmação de dados.
Batera Clube Instrumentos Musicais Eireli ME | CNPJ: 06.199.965/0001-31 Administração: Av. João Veloso da Silva, 76 - Jd. Cumbica - Guarulhos - SP - CEP: 07180-010